Como fazer uma mudança organizada.

Olá @ntenadas!

Vai se mudar e já está nervoso por isso? Só de ouvir a palavra MUDANÇA já te dá calafrios? A antenada Karol passou por isso recentemente na mudança de residencia dela e é uma coisa que pode ser MUITO estressante. Então para que você não tenha muita dor de cabeça ela vai compartilhar algumas dicas para que sua mudança ocorra com menos problemas possíveis.

mudança-residencial-organizada-frete-transportadora

Pessoal antes de iniciarmos com as dicas mais específicas, vale dei­xar uma dica de ouro pra tudo que você for fazer: FAÇA LISTAS! Isso mesmo, faça listas! Chec­k-list básico, sabe? Qua­dra­di­nho do lado, tarefa do outro. Fez? Marca que fez! Só pra não esque­cer de cada passo da sua mudança. Agora inicie um pequeno planejamento. Planeje a data da sua mudança com antecedência, e cada dia da contagem regressiva até a mudança em si, tire um tempo para arrumar pequenas coisas e ir ajustando tudo até o dia do serviço. Esse processo que antecede a mudança em si é fundamental para que tudo ocorra da melhor forma possível.

10-dicas-para-uma-mudança-organizada-4

Cerca de um mês antes, defina as datas para contratação de pessoal para mudança, desligamento de energia elétrica, alteração do endereço para correspondências, dentre outros. Além disso, agende as folgas no trabalho para estar presente no dia, defina a data e faça orçamentos para o serviço de transporte.

embalagem-mudanca-e1547236892542

Algumas dicas práticas:

  • organize o empacotamento: Essa com certeza é a parte mais cansativa, porém, não permita que esse processo seja desorganizado. Você se sentirá agradecido por não ter feito de forma apressada e sem cuidado. E acredite, esse é um ponto quase que estratégico na hora de organizar a mudança. O ideal é fazer o empacotamento cômodo a cômodo. Dessa forma, você saberá onde deve ficar cada caixa na nova casa e não acumulará tantos volumes em um só lugar na casa antiga. Descreva na etiqueta o que vai dentro de cada caixa, e nada de “objetos do armário”.
  • objetos de valor: leve todos os documentos em uma pasta, bolsa ou mala de mão. Jamais deixe a cargo de outra pessoa ou de uma transportadora os itens de valor, como joias, documentos e objetos de valor sentimental muito grande. O que dá para você próprio transportar, leve com você.
  • tire fotos dos cabos e suas conexões: Na hora de desligar computadores, TV, aparelho de som e qualquer outro eletroeletrônico da casa, tire fotos de todos os conectores dos fios. São muitos aparelhos e por diversas vezes os cabos são muito parecidos. Tirar foto de onde estava conectado cada cabo facilitará e muito reconectá-los depois.
  • avise as pessoas sobre a correspondência: Cartões, faturas e correspondências do seu banco, plano de saúde, dentre outros, podem ficar parados por algum tempo na sua antiga caixa de correio, obrigando-lhe a emitir segunda via de várias contas e até mesmo pagar multa por atrasos.
  • faça uma mala para cada morador da casa: ela deve conter itens de primeira necessidade, com pijama, roupa para trabalhar no dia seguinte, e materiais de higiene pessoal, como escova de dente, xampu, condicionador, escova de cabelo, carregador de celular, maquiagem, etc., porque a mudança é um processo cansativo, e ter roupa passada para dormir e para o dia seguinte pode ajudar bastante.
  • regra do quarto vazio: assim que che­gar na casa nova defina o Quarto Vazio. Esse quarto vai ser uma zona livre de cai­xas e vai ser­vir para que você e sua famí­lia pos­sam des­can­sar e rela­xar de todo o tra­ba­lho de desen­cai­xo­tar coi­sas; sem olhar pra mais cai­xas, de pre­fe­rên­cia!
  • tenha um plano de desempacotamento: antes de come­çar a ras­gar cai­xas feito um louco, tenha um plano. Sente com sua famí­lia e bolem um plano, isso inclui o que vai pra onde e quem é res­pon­sá­vel pelo quê. Vai aju­dar para a coisa toda rolar mais suave e com menos stress.
  • contrate montadores e instaladores: mobiliário que a transportadora não monta/instala e equipamentos, como ar-condicionado, devem ser priorizados nessa etapa. Se for preciso, considere também contratar uma diarista para lhe ajudar a deixar tudo impecável na casa nova, desde os serviços de limpeza à organização dos objetos para a mudança residencial. Dessa forma, você evita o cansaço excessivo e verá tudo em seu devido lugar muito antes do que imagina.

Bom, pessoal, essas foram as dicas de hoje. Algumas delas eu coloquei em prática, outras aprendi na marra mesmo! Espero que elas ajudem vocês que se mudarão!

Tem alguém aí que já se mudou e tem alguma dica para compartilhar com a gente? Contem tudo aqui nos comentários!

Beijos e até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *